Explosão de Baterias

As baterias geram gás Hidrogênio eOxigênio, uma mistura explosiva que só depende de uma faísca. Esta explosão tanto pode acontecer dentro da bateria como também no
bagageiro na qual está instalada. No caso de baterias não seladas, para evitar que a mesma produza a combinação dos gases explosivos, mantenha o nível da água como recomendado pelo fabricante.

Baterias com pouca água aquecem rapidamente com conseqüente geração de gases:
uma pequena faísca interna gerará a explosão. Baterias instaladas em ambientes fechados também podem provocar explosão: ao manipular os cabos você pode gerar faíscas e havendo concentração de gases gerados pela bateria vai ocorrer a explosão. Recomenda-se que o bagageiro no qual estão instaladas as baterias tenham uma grade para permitir ventilação e saída dos gases explosivos.

Esta grade deve ser instalada na parte mais alta possível do bagageiro. Se você vai manipular cabos de baterias que se encontram dentro de um bagageiro fechado, primeiro abra o ambiente para permitir a saída do possível gás Hidrogênio.

Lembre-se que o Hidrogênio, por ser um gás leve e estar possivelmente aquecido, vai se concentrar na parte mais alta do bagageiro. Você pode forçar a saída dos gases com um ventilador ou espere uns minutos até que o Hidrogênio escape do bagageiro. Os cuidados devem ser redobrados quando as baterias estiverem sendo recarregadas. Não vacile: recentemente tivemos um caso de explosão de bateria de um motorcasa por falta de manutenção preventiva.

sds campistas

Adauto

Comentários encerrados.