TOCA PRESENTE NA EXPO MOTORHOME SHOW 2017

EXPO MH 19

Como não poderia deixar de ser, dirigentes e Associados da TOCA estiveram presentes nesse grandioso evento realizado em Novo Hamburgo-RS, onde os expositores mostraram as novas tendências para o campismo e caravanismo.

Os motorhomes e trailer foram uma atração a parte, mas Camper e barracas de diversos modelos também marcaram presença. Vários fornecedores de materiais de reposição e serviços estavam a disposição dos campistas, ofertando o que tem de melhor e mais moderno no seguimento.

EXPO MH 1

O Brasil ainda não está no ranking dos grandes eventos que versa sobre essa atividade, mas tem potencial para se tornar um entre os maiores. O turismo interno tem expectativa de crescer e, hoje pessoas já veem o quanto é salutar o cultivo ao ócio, após longos anos de labuta.

A cada dia cresce a vontade de se empreender na fabricação artesanal de um veículo de Recreação. Entretanto, o Estado edita Resoluções proibitivas para transformação de uma simples VAN num motorhome.

Obviamente, seguindo as regras de segurança e, tendo a inspeção de órgãos fiscalizadores, uma empresa estabelecida poderia fazer tal transformação, mas a exigência do CAT anula tal prática.

EXPO MH 3

São muitas as opiniões sobre o assunto, mas na década de 70 e 80 quando os primeiros RVs rodaram no Brasil, ainda hoje alguns estão funcionando em plenas condições.

Associados da TOCA presentes no evento:
Luiz Guilherme e família
Benil Teixeira e família
Aldemir e família
Durval e família
Moacir e família
Darcy e família
Edval e família
Entre outros.

Segue o vídeo do lançamento da primeira van da Santo Inácio MB Sprinter 415 – 6.9 SI na Expo Motorhome Show 2017:

https://www.youtube.com/watch?v=WisscQ-MNzE&feature=youtu.be

EXPO MH 2 EXPO MH 4 EXPO MH 5 EXPO MH 6 EXPO MH 7 EXPO MH 8 EXPO MH 9 EXPO MH 10 EXPO MH 11 EXPO MH 13 EXPO MH 14 EXPO MH 15 EXPO MH 16 EXPO MH 17 EXPO MH 18 EXPO MH 20 EXPO MH 21 EXPO MH 22

23º ANIVERSÁRIO DA TOCA FINALIZA COM GOSTINHO DE QUERO MAIS

foto toca 1

Com muito amor e dedicação, a Diretoria da TOCA, seus Associados e Amigos de outras Congêneres comemoraram os 23 anos da Associação Capixaba dos Proprietários de Veículos de Recreação no pátio da AFEMOR – Associação Festa do Morango – MORANGÃO – no Distrito de Pedra Azul – Domingos Martins – ES.

Diga-se de passagem, que não tivemos público de cem, duzentos ou mais Campistas, bem como o número de equipamentos não ultrapassou a casa dos cinquenta, mas tivemos o privilégio de termos oitenta e oito Campistas num total de quarenta e dois motor casas, num ambiente tranquilo com água potável e energia elétrica para todos, podendo os aparelhos de ar condicionado ficar ligados as 24hs00. Não que isso tenha acontecido, mas a nossa preocupação foi e, sempre será o bem estar de todos.

Assim é que do dia 11 ao dia 16 de outubro de 2017, muitos se confraternizaram e, alguns saíram do evento mais contentes, pois ganharam no bingo, brindes valiosíssimos tais como tapetes ecológicos, fritadeira elétrica entre outros.

A programação foi inteiramente cumprida com os seguintes “comes & bebes”:

Dois fogões sobre rodas, à lenha, para polenta, queijo e linguicinhas fritas, que atendeu a demanda tranquilamente, além do chope da Itaipava bem geladinho, refrigerantes e água mineral, isso na quinta-feira – 12/10;

O dia de sexta-feira – dia 13/10 – começou com um excelente café da manhã completo, estilo Colonial. Noite de caldos (variados) incluindo chope, refrigerantes e água mineral;

O sábado – dia 14/10 – também começou com café colonial servido no sistema self-service até as 10hs00 e, por volta das 12hs30, ao som de uma boa música ao vivo, o tradicional churrasco de picanha e linguiça, arroz, feijão tropeiro e outras especiarias fez com que os convidados se deliciassem com aquele chopinho gelado. A tradicional “Noite de Queijos & Vinhos” da TOCA foi o ponto alto do 23º aniversário, onde os Associados e Convidados cantaram e homenagearam os aniversariantes presentes para os “Parabéns pra você” com o corte do bolo e distribuição para as mesas o vinho de sua preferência, a disposição na nossa adega.

O domingo – dia 15/10 – mais um café colonial servido aos presentes, dando assim por encerrada a festa de aniversário.

Àqueles que não gostam de viajar no domingo, tiveram mais um dia no local da festa, saindo todos no dia 16/10 – segunda feira.

Alguns dos nossos Convidados tiveram a oportunidade de conhecer a região (Rota do Lagarto, Pedra Azul, Venda Nova do Imigrante, festa da Polenta) entre outras coisas.

foto toca 2

Agradecemos aos nossos patrocinadores Santo Inácio, Motor Trailer, Oficina SME, Hot Tape, Sistermi, Benil Motorhome, Ziebart, entre outros, a contribuição deles foram primordial para o sucesso do nosso evento.

Esperamos que dentro das nossas possibilidades, pudemos satisfazer a todos e oferecer o melhor possível, acreditando que somente assim poderemos melhorar o nosso convívio com todos que nos são caros.

Para relembrar a nossa festa, confira todas as fotos dos nossos “fotógrafos” de plantão:

https://photos.app.goo.gl/vrXhYUOOlQRbVD7I3

VIAJAR EM UM MOTORHOME É SER ACOLHIDO EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO

VIAGEM PELO MUNDO MOTORHOME 2

Ela sempre gostou de viajar. Se fosse para viver suas aventuras em acampamentos, melhor ainda. Por muitos anos, esse foi seu hobby preferido. Ao tornar-se budista, a jornalista Nadja Sampaio passou a ter novos propósitos com suas viagens. Junto disso veio o desejo de, além de uma simples barraca, passar a viver ao volante essas suas experiências aventureiras com mais independência e segurança. No ano de 2001 ela fez adaptações em uma Kombi para poder viajar e dormir a bordo do veículo. E assim teve início sua vida sobre rodas. No entanto, foi em 2013 que Nadja realizou seu grande sonho: comprou uma caminhonete e, ao levar cama, sofá e fogão para dentro dela, transformou o veículo em uma casa. Ou melhor, em um motorhome. E foi como se tivesse obtido um passaporte para a felicidade.

– Eu viajo em busca da reflexão. Sempre tenho como foco participar de alguma reunião do budismo, onde quer que eu esteja. Quando não é possível, sigo praticando e ensinando meu mantra, com o objetivo de levar felicidade às pessoas. Algumas já seguem ou passam a seguir, e então acabo mantendo contato com elas depois. Mais do que qualquer outra coisa, é isso que me move a fazer essas viagens.

VIAGEM PELO MUNDO MOTORHOME

Neste momento as irmãs Nadja e Lola estão em mais uma aventura, pela América do Sul. O desapego é um dos mais importantes ensinamentos budistas. Quando passou a assimilar totalmente as crenças e práticas da religião, Nadja mudou muito sua vida, o que coincidiu com o início das viagens em seu motorhome. Nesse tempo, ela ainda tomou a decisão de dividir fisicamente seu apartamento no Rio em dois, e alugar boa parte dele.

– Fiz uma entrada independente para a área de serviço que, junto com o quarto auxiliar, passou a ser a minha casa. Na realidade, eu escolhi viver fixamente em um lugar bem menor do que meu motorhome – esclarece a jornalista.

Já adaptado e regularizado junto aos órgãos oficiais, o motorhome fica guardado dentro de um estacionamento, quando não está rodando com sua dona, em uma das quatro viagens anuais que faz. Para Nadja, o custo de manutenção do veículo não é baixo, mas ela garante que muitas vezes fica bem mais em conta do que viajar de avião, por exemplo:

– Hoje, com seis mil reais, dá para fazer uma bela viagem de carro pela América do Sul por 1(um) mês, com tudo incluído. Se fosse de avião, certamente gastaria mais, porque além da passagem teria que pagar hospedagem e alimentação em restaurantes. No motorhome consigo, se eu quiser, fazer minhas refeições como se estivesse em casa.
Estar a bordo de um motorhome permite paradas e estadias em paisagens surpreendentes Foto: Arquivo pessoalAo longo dessas quase duas décadas de experiência na estrada, Nadja revela que o mais importante é ter disposição para ultrapassar alguns obstáculos.

– Viajar de motorhome não é nenhum problema, mas precisa ter disposição para enfrentar quase tudo, e até mesmo algumas vezes dormir na rua. Não tenho medo e nada de grave aconteceu comigo até hoje. Nunca fui assediada nas estradas ou me senti ameaçada por algo violento. Pelo contrário, no Brasil, há postos de combustíveis com infraestrutura para atender aos viajantes. A bomba para abastecer e a altura do telhado do posto dão total segurança aos veículos mais altos.

Há quase 17 anos sentindo o vento entrar pela janela do motorhome, Nadja acumula em seu currículo, passagens por dezenas de cidades do Nordeste e Sul do Brasil, além da experiência em dirigir até o Ushuaia, na Argentina. Apesar de já ter contado com a companhia das filhas e de amigos, ela afirma que seu maior desafio sempre foi encontrar pessoas que quisessem ou pudessem viajar com ela por períodos mais longos. Foi assim, até conseguir trazer sua irmã Lola, de Feira de Santana, na Bahia, para acompanhá-la nessas aventuras. Nadja acabou de sair com ela do Rio, onde as duas moram atualmente, rumo a países da América do Sul, como Paraguai, Chile, Argentina e Uruguai. O trajeto está totalmente traçado e o objetivo é retornar ao Brasil somente em dezembro.

– Minha irmã, que é artesã, se adaptou tão bem ao motorhome que agora até pretende morar em uma Kombi, para que nada mais a prenda e assim consiga viajar e ao mesmo tempo vender suas peças por onde passar. Acho que fiz uma discípula nessa história, diverte-se Nadja.

Com tanta experiência,ela conta que o segredo para uma viagem bem-sucedida é ter planejamento. E, claro, estar bem assessorada em relação a assuntos que não conheça bem. Por isso ela se tornou sócia da Associação Nacional de Campistas, uma organização voltada para defender os interesses dos campistas e caravanistas.

– Antes de qualquer coisa, escolho qual vai ser o ponto final da viagem. A partir daí, vejo mapas, traço rotas, calculo os custos que terei com combustível, faço uma vistoria geral no meu motorhome e aí, sim, pego a estrada. Como sou muito organizada, anoto tudo em uma planilha para não ter problemas depois. A viagem tem que ser prazerosa, porém controlada, e assim não acabar virando um pesadelo.

Apesar de carregar tanta beleza natural e uma cultura tão diversificada, o Brasil ainda não tem muitos adeptos do motorhome. Em todo o território nacional, existem cadastrados menos de quatro mil proprietários, segundo dados da Associação Brasileira de Campistas. Trata-se de um número pouco relevante, se comparado ao dos Estados Unidos, onde a proporção é um motorhome para cada doze famílias. Nas redes sociais, há diversos grupos de campistas e caravanistas que trocam experiências e fazem combinações para uma próxima aventura.

Como legalizar um motorhome

Legalizar um motorhome é bem mais fácil do que se imagina. É possível que a própria fábrica/montadora se responsabilize pelo procedimento necessário para a mudança no modelo do veículo. O proprietário precisa apenas ir ao Detran local. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, é possível dirigir um motorhome portando carteira de habilitação B, para veículos de até seis toneladas.
Geralmente, os motorhomes são elaborados em chassis de ônibus, caminhões ou vans. As montadoras autorizadas customizam tudo, da porta de entrada aos eletrodomésticos mais comuns, como micro-ondas, fogão, geladeira, TV e ar condicionado, seguindo um projeto arquitetônico e de decoração.

Todo o espaço é milimetricamente aproveitado. No Brasil, há algumas fábricas que fazem uma estrutura dobrável, como se fosse uma barraca de camping. Os custos das adaptações vão de R$ 50 mil a R$ 600 mil, dependendo da vontade e das possibilidades de investimento do cliente.

FONTE: https://extra.globo.com/projetos-especiais/de-carona-com-elas/viajar-em-um-motorhome-ser-acolhido-em-qualquer-lugar-do-mundo-21867777.html

23º ANIVERSÁRIO DA TOCA

ANIVERSÁRIO TOCA 2017

23º ANIVERSÁRIO DA TOCA
1994 – 2017

A Diretoria da Associação Capixaba dos Proprietários de Veículos de Recreação – TOCA – e, seus Associados, têm o prazer e a honra de convidar todos os campistas proprietários de barracas, trailer, motor casa, etc., a participar do 23º Aniversário da TOCA, o qual será realizado na AFEMOR – Associação Festa do Morango – MORANGÃO – em Pedra Azul – Distrito de Domingos Martins-ES – sito a Rodovia BR 262 – KM 90, conforme abaixo:

PROGRAMAÇÃO
De 12 a 15 outubro de 2017

DIA 12 – QUINTA-FEIRA
• Chegada dos convidados/montagem dos equipamentos – dia livre;
• A partir das 19h00, o tradicional “fogão a lenha móvel” com linguicinha, queijo e polenta fritas na chapa, comandados pelos “Chefs Janaina & Juliano”;
• Leilão das cinco (5) primeiras canecas de chope para abertura do primeiro barril de chope.

DIA 13 – SEXTA-FEIRA
• Café da manhã com pães, bolos, queijo, presunto, manteiga, frutas da época, sucos;
• Dia livre;
• A partir das 19h00, “Noite de caldos”.

DIA 14 – SÁBADO
• Café da manhã com pães, bolos, queijo, presunto, manteiga, frutas da época, sucos;
• A partir das 12h30, aquele churrasco especial de picanha, linguiça, feijão tropeiro, arroz e salada verde – tradicional da TOCA- comandado pelos “chefs Luiz Guilherme & João Carlos”;
• À noite, seleção especial de “Queijos e vinhos”.
• “Parabéns pra você” em homenagem ao 23º aniversário da TOCA com o corte e distribuição do bolo.

DIA 15 – DOMINGO
• Café da manhã com pães, bolos, queijo, presunto, manteiga, frutas da época, sucos;
• Dia livre.

OBSERVAÇÃO:
Aqueles que quiserem, poderão chegar no dia 11 e sair no dia 16/10/2017 até as 12h00, com fornecimento de água potável e energia elétrica.

INVESTIMENTO:
1. Para Associados da TOCA, Associados de outras congêneres e Grupos de Campismo administrados por WhatsApp, bem como proprietários de campings e seus seguimentos, o valor do evento é de R$190,00 (Cento e noventa reais) por pessoa;

2. Não Associado de qualquer Associação de Campismo o valor é de R$220,00 (Duzentos e vinte reais) por pessoa;

3. Crianças entre 07 a 12 anos, acompanhados de seus responsáveis, pagarão 50% do valor acima, por criança dentro faixa-etária citada;

4. Crianças abaixo de sete anos – isentas. Teremos para a gurizada, “pula-pula” entre outras atrações;

5. Aqueles que se interessarem poderão visitar a Festa da Polenta em Venda Nova do Imigrante, a 10 km do “Morangão”.

AÇÃO SOCIAL:

A fim de ajudarmos a “Associação de Voluntárias de Pedra Azul” localizada no Distrito de Pedra Azul – ES, cada participante deverá contribuir com o item que mais lhe convier, a saber:
• Uma cesta básica composta de cinco produtos diferentes não perecíveis, perfazendo um total de 5 kg, por equipamento registrado;
• Dois pacotes de fraldas geriátricos tamanhos G.

Nota: itens acima são obrigatórios – escolha o que mais lhe convém.

Serão aceitas roupas e calçados usados (masculino, feminino e infantil) para doação aos necessitados da Região de Pedra Azul, independentemente de um dos itens acima.

Desde já, agradecemos a todos os Campistas que comparecerem, sugerindo trazer a bandeira de sua Associação/Grupo para a confraternização do campismo e esse estilo de vida.

Vitória, 20 de setembro de 2017.

Luiz Guilherme Monteiro de Araújo
Presidente

Acesse o link para conhecer a história da Pedra Azul – ES:

http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2016/07/belezas-e-misterios-de-pedra-azul-no-es-encantam-turistas.html

Contatos via whatsApp

Luiz Guilherme: (27) 99981-2356
Benil Teixeira: (27) 98143-9648
João C. Freitas: (27) 99316-5298
Gilberto Quadros: (27) 99805-0108