Cobrança de pedágio de motor casa rebocando automóvel

RESPOSTA DA ANTT SOBRE A MATÉRIA

Caros Amigos,  Associados e a todos os Motor homistas.

Cabe a cada um de nós lutar pelos nossos direitos.
A Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, já em 2009 repassou para a TOCA o que agora ratifica.
Não paguem o que não é devido!
Surgindo cobrança irregular nas praças de pedágios, encaminhe para tocacontato@gmail.com informando data, hora, rodovia, Estado e, se possível, nome do responsável pela praça de pedágio.
Também, se preferir, poderá fazer essa comunicação a OUVIDORIA DA ANTT citando a ocorrência.

de: Ouvidoria da ANTT <ouvidoria@antt.gov.br>
para: tocacontato@gmail.com
data: 24 de setembro de 2015 16:01
assunto: Mensagem Concluída
enviado por: antt.gov.br
Prezado(a) Senhor(a) Gilberto Quadros,

Em atenção à mensagem de V. Sª., registrada sob o protocolo nº. 2626869, informamos que esta Ouvidoria obteve os seguintes esclarecimentos da Superintendência de Exploração de Infra- estrutura Rodoviária – SUINF.

Conforme orientação contida no 062/2008/GEFOR/SUINF a cobrança do motohomes (motorcasa), nos termos da Resolução nº 291 de 29/08/2008, do Conselho Nacional de Trânsito-CONTRAN, os veículos deverão ser classificados no tipo de veículo ônibus e deve ser cobrada a tarifa tipo 2 (dois) eixos (categoria 2).

No caso de um veículo motorcasa rebocando um automóvel não há legislação que discipline a cobrança de pedágio, devendo a Concessionária orientar-se respaldada no bom senso, pela cobrança da tarifa de 2 (dois) eixos para automóvel (categoria 1)
Permanecemos à disposição.
Atenciosamente,

Ouvidoria da ANTT
de: Ouvidoria da ANTT <ouvidoria@antt.gov.br>
para: tocacontato@gmail.com
data: 24 de setembro de 2015 16:00
assunto: Mensagem Concluída
enviado por: antt.gov.br

Prezado(a) Senhor(a) Benil Teixeira,
Em atenção à mensagem de V. Sª., registrada sob o protocolo nº. 2804347, informamos que esta Ouvidoria obteve os seguintes esclarecimentos da Superintendência de Exploração de Infra- estrutura Rodoviária – SUINF.
Conforme orientação contida no 062/2008/GEFOR/SUINF a cobrança do motohomes (motorcasa), nos termos da Resolução nº 291 de 29/08/2008, do Conselho Nacional de Trânsito-CONTRAN, os veículos deverão ser classificados no tipo de veículo ônibus e deve ser cobrada a tarifa tipo 2 (dois) eixos (categoria 2).

No caso de um veículo motorcasa rebocando um automóvel não há legislação que discipline a cobrança de pedágio, devendo a Concessionária orientar-se respaldada no bom senso, pela cobrança da tarifa de 2 (dois) eixos para automóvel (categoria 1)
Permanecemos à disposição.
Atenciosamente,
Ouvidoria da ANTT

Transcrição de mensagem encaminhada a Ouvidoria da ANTT no dia 18/06/2015

À

AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES – ANTT

Brasília – DF

Assunto: OFÍCIO Nº 061/2008/GEFOR/SUINF, DE 21 DE MAIO DE 2009.

Orientação à cobrança de pedágio de veículo “motor casa” rebocando automóvel.

Prezados Senhores:

A ASSOCIAÇÃO CAPIXABA DOS PROPRIETÁRIOS DE VEÍCULOS DE RECREAÇÃO, com nome fantasia “TOCA”, estabelecida em Vitória – ES vem à presença de V.S.ª informar, expor e solicitar providências junto as Concessionárias de rodovias federais privatizadas para o que se segue:

Continuar lendo

Rancho dos Eucaliptos a sua Fazenda na Costa do Sol

RANCHO DOS EUCALIPTOS - BUZIOS-RJ

Rancho dos Eucaliptos
a sua Fazenda na Costa do Sol

Localizada na via principal da Cidade de Búzios/RJ área única rural ainda
com 200 mil M2
Parada de ônibus intermunicipal e vans na porta,
3km da praia das Caravelas,
consecutivamente Praias de Tucuns e de Geribá.
O Rancho exibe especial frescor dos eucaliptos misturado ao clima de fazenda
e praia num só lugar.

Em meio a uma linda área verde panorâmica,
o Rancho dos Eucaliptos recebe grupos de todas regiões nacional e internacional.
Ambiente especial aos que se agradam e buscam sossego.
A tranquilidade favorece aos curtidores da natureza
quanto a quem quer desfrutar da sofisticada e diversificada gastronomia
e dos agitos do balneário buziano.

CAMPING por pessoa R$40,00 diária, inclui o café.
Cancelamentos: até 72 horas em baixa temporada, 15 dias em alta e feriados e 30 dias para pacote de Reveillon e Carnaval pagam 50%. Fora desses prazos serão considerados no show cobrados integralmente.
As reservas serão confirmadas em feriados apenas com pagamento de 100%.
As diárias iniciam as 14:00 hs. e terminam as 12:00 hs.
Tels. 55 (22) 2623 0137 / (22) 99837 0602 / (22) 9221 7807
reservas@ranchodoseucaliptos.com.br / ranchodoseucaliptos@hotmail.com

Estrada de Búzios, km 10 s/n° – Caravelas – Armação dos Búzios – Rio de Janeiro- Brasil cep 28950.000

HOTEL MUNDAÍ PRAIA CAMPING

HOTEL MUNDAI PRAIA CAMPING

Sua localização privilegiada em frente a Praia do Mundaí (um dos cartões postais da cidade) está o Mundaí Praia Camping. Com suas modernas e arrojadas instalações, está preparado para recebê-lo com conforto e tranquilidade para que suas férias sejam inesquecíveis.
Av. Beira Mar – Km 4 – Caixa Postal-56
Porto Seguro – Bahia – Brasil
Tel: (73) 3679-2287
E-mail: reservas@campingmundai.com.br

http://www.campingmundai.com.br/local.htm

Manutenção do feixe de molas do seu RV

FEIXE DE MOLAS

Trocar apenas uma lâmina é possível, mas é necessário verificar se as outras molas não apresentam desgastes que possam sobrecarregar a mola nova. Por outro lado, não é permitido reparar as lâminas com defeitos, pois já sofreram fadiga e podem comprometer todo o conjunto.

Cuidado também com o manuseio da peça, instalação e procedimentos de troca incorretos, que podem causar a quebra das molas, transmissão de vibrações para a carroceria, desgaste prematuro do feixe, desalinhamento do eixo e desgaste excessivo dos pneus.

Dicas de manutenção

– Lubrificar os pinos a cada 1,5 mil km.

– Examinar buchas, grampos e espigão quanto a desgaste a cada 70 mil km.

– Nunca testar eletrodos nas molas.

– Jamais aquecer as molas com maçarico.

– Evitar rearquear os feixes de molas, que podem comprimir o aço gerando trincas e rupturas futuras, ou reforçar os feixes.

– Retirar e desmontar o feixe para exame e lubrificação a cada 70 mil km.

– Aplicar uma camada de graxa grafitada nas lâminas, na hora da montagem do feixe.

– Utilizar, sempre, peças originais e os lubrificantes recomendados pelo fabricante.

– Certificar-se de que os grampos estão bem apertados, pois podem causar trincas no furo de centro.

– Observar buchas com desgaste, pois acarretam a quebra da mola.

– Cuidado com molas pintadas ou recondicionadas, que são vendidas no mercado paralelo como se fossem novas.

– Conservar o conjunto auxiliar (amortecedores, barra estabilizadora e batentes) em boas condições.

– Evitar reforçar o feixe de molas para transportar cargas acima do limite do caminhão, pois quando o veículo estiver vazio, o feixe não absorverá os choques transmitidos pelas rodas, que acarretam trincas no chassi e na carroceria, quebras do eixo e outros problemas estruturais.

– Não calce os feixes do truck para transportar cargas acima da capacidade do caminhão. Essa operação causa desequilíbrio na distribuição das forças, principalmente, nas frenagens.

– Grampos de má qualidade ou com comprimento acima do especificado (que necessitam de calços) não devem ser usados, pois com o tempo vão se alongando, permitindo que o feixe trabalhe solto e cause trincas ou quebras no furo de centro da mola.

Colaboração: Valério Penteado – Grupo Asa Branca e Gaviões do Planalto